Ir para:    página inicial    |    conteúdo página    |   

Enoturismo

MUSEU

As Caves Santa Marta dispões actualmente de excelentes instalações no antigo Armazém 0022, que pertenceram à Casa do Douro, para proporcionar uma visita guiada às antigas Destilarias e às Caves de Vinho do Porto.

Aqui poderá ver, num ambiente tranquilo e acolhedor, algumas peças com interesse museológico enquanto prova e conhece os nossos vinhos.

Também temos uma grande sala de jantar rústica, para receber grupos de visitantes, onde poderão usufruir de um espaço simpático, e assim apreciarem melhor a gastronomia regional.

 

HISTÓRIA DO ARMAZÉM 0022

A 24 de Março de 1947 a Federação dos Vinicultores da Região do Douro – Casa do Douro – anunciou a construção de um armazém em Santa Marta de Penaguião, designado 0022, tendo como base de licitação a quantia de 4.495.300$00. No fundo consistia em construir dois bonitos edifícios em xisto.

No primeiro, estariam cubas vidradas para uma capacidade de 2.500.000 litros. No segundo, ficaria a casa do encarregado com arrecadação, um armazém com balseiros e cascos para vinho e uma importante destilaria para “ a queima” dos excedentes dos vinhos da Região do Douro.

 

DESTILARIA

Na destilaria, agora recuperada, composta por um conjunto de três imponentes alambiques em cobre, com sistema de caldeiras aquecidas a lenha e revestidas em tijolo refractário, destilaram-se vinhos para a obtenção de finíssimas aguardentes vínicas, que serviriam, mais tarde, para fazer o famoso Vinho do Porto.

Neste local, para além do encarregado, trabalhavam 6 destiladores, repartidos em 3 turnos, 24 horas por dia, durante todo o ano.

O rendimento diário desta destilaria atingia as 10 pipas de aguardente, que eram transportadas em cascos para o cais do armazém. Em 1964, deu-se aqui um violento acidente. Precisamente às 3 horas da tarde do dia 4 de Setembro, ouve-se uma terrível explosão seguida de forte incêndio no edifício. No desastre, tirando os elevados prejuízos materiais, felizmente não se registaram danos pessoais.

Em 1999, as Caves Santa Marta adquirem o Armazém 0022, procedendo recentemente ao seu restauro e equipamento, criando condições necessárias, para que, quem nos visita possa desfrutar destes elementos da tradição e ruralidade deste património vernacular de que somos depositários, que, com a nossa paisagem, constitui uma realidade única da qual Miguel Torga – antecipando o futuro – disse ser capaz de “assombrar o Mundo”.

A profecia cumpriu-se com a elevação do Douro Vinhateiro a Património da Humanidade!


Lenda

Fotografias

 

Voltar